Distrito Industrial – Mesmo área possuindo documentação completa, Estado prioriza outra sem documentação

sexta-feira, julho 07, 2017 0 Comments

Toda polêmica envolvendo a instalação do Distrito Industrial de Santarém, oeste do Pará, parece que ganhou um capitulo novo, que ainda é desconhecido do grande público. Informações obtidas com exclusividade pelo Jornal O Impacto, corroboram para um possível ardiloso ‘jogo de interesses’, que não está levando em consideração a viabilidade técnica do empreendimento.
O fato é que, segundo essas informações, uma área com documentação completa e totalmente regular, com excelentes características, tais como relevo, acessibilidade e possibilidade de ampliação, está sendo desprezada pelo Governo Estadual,  que segundo denúncia, quer por força, determinar que o Distrito Industrial seja instalado em outra área cuja a documentação está incompleta. Ainda segundo informações dos denunciantes, o local já está definido, mesmo com uma série de problemáticas, a documentação incompleta foi encaminhada para Belém. A Área com documentação irregular está localizada na Rodovia Curuá-Una, local com tamanho limitado. A documentação está incompleta, pois como é herança de família, ainda precisa ser feito inventário. Isso vai demorar muito e com certeza atrasará instalação do Distrito Industrial de Santarém.
Existe outra área que foi ofertada ao Estado e que está toda documentada, localizada às margens do Rio Amazonas com a Rodovia Curuá-Una, próximo à comunidade de São Raimundo do Mojú, com 200 hectares. Sendo que a documentação dessa área já foi encaminhada para Belém, inclusive já foi vistoriada pelo técnico da Codec, Raimundo Vanderlei. Está faltando só ser aprovado pelo governador Simão Jatene.
O certo é que o prefeito Nélio Aguiar, Associação Comercial e Empresarial de Santarém, vereadores, deputados e sociedade em geral, devem entrar em ação e agilizar a instalação do Distrito Industrial de Santarém, pois do jeito que a coisa está andando, o governo de Simão Jatene vai terminar e nosso Distrito Industrial não será instalado.
Diversos segmentos do setor produtivo serão contemplados com a implantação do Distrito Industrial de Santarém, bem como gerará emprego e renda, por meio de suas cadeias produtivas.
FIQUE POR DENTRO: Pelo Protocolo de Intenções, firmado entre o Governo do Estado do Pará (SEDEME/CODEC) e a Prefeitura de Santarém, a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Pará irá projetar, implantar e administrar, diretamente, o Distrito Industrial e seus serviços e atividades de apoio, nos termos da Lei Estadual nº 4.686/73, além de estabelecer os limites do polígono destinado ao equipamento. À Prefeitura cabe apoiar com a infraestrutura necessária as vias de acesso e viabilizar recursos para a construção de equipamentos de educação, como por exemplo, uma creche, que será destinada aos filhos dos colaboradores que irão trabalhar nas empresas do Distrito Industrial. O setor cerâmico do município será o primeiro a ser instalado no DI na primeira fase de implantação. Para lá irão também todo tipo de indústria e o setor moveleiro.
O Distrito Industrial será um marco na economia de Santarém, pois o Município terá condições de atrair novos investimentos e manter em local apropriado as indústrias que hoje estão instaladas na área urbana da cidade.
Por: Jefferson Miranda

Fonte: RG 15/O Impacto

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.