Empresários aumentam pressão por saída de Dilma

sexta-feira, março 18, 2016 0 Comments


Empresários aumentam pressão por saída de Dilma (Foto: Divulgação)                      
(Foto: Divulgação)

Na última quinta-feira (17), o número de entidades de empresários que passaram a defender publicamente a saída de Dilma Rousseff da Presidência aumentou.
As pressões ocorrem principalmente do empresariado de São Paulo. Algumas entidades envolvidas são a Federação das Indústrias Paulistas (Fiesp); Associações Comerciais Paulistas (Facesp), a Associação Comercial de São Paulo, CNI (Confederação Nacional da Indústria) e pela Fecomercio-SP.
Segundo a Folha de S. Paulo, Fiesp e a Facesp pediram expressamente a renúncia de Dilma. "Seu passado de lutas, suas convicções e seu amor pelo Brasil serão engrandecidos por essa atitude de desprendimento e de consideração pelo povo. Para o bem de todos, renuncie já, evitando um processo que irá prolongar as dificuldades do país", diz a nota de Alencar Burti, que preside as duas entidades.
Já a CNI e a Fecomercio-SP, de acordo com a Folha, elevaram o tom ao exigir soluções para as crises econômica e política. "Já passou a hora de, com respeito aos ditames da lei e da Constituição, darmos um basta a esse impasse para que o país possa retomar o rumo", finalizou Robson Braga de Andrade, da CNI.
(Com informações da Folha de S. Paulo)

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.