Denúncia – Escolas servem merenda estragada aos alunos

sexta-feira, setembro 23, 2016 0 Comments

Merenda de feijão e farinha estragada foi servida aos alunos da rede municipal


merenda-com-feijao-e-farinha-estragadas-servida-aos-alunos
merenda-com-feijao-e-farinha-estragadas-servida-aos-alunos
Quem depende do ensino público neste País, acaba levando zero. Agora até a merenda escolar servida, é de qualidade duvidosa, pelo menos em Santarém. É o que se constata diante da grave denúncia feita à nossa equipe de reportagem na manhã da última quarta-feira, dia 21. De acordo com informações, alunos da escola da rede municipal de ensino passaram mal após comerem merenda estragada. Na Escola Mário Imbiriba, no bairro da Interventoria, uma aluna vomitou após comer a merenda que foi servida no intervalo da aula, assim como outros alunos passaram mal. Também esse mesmo tipo de merenda foi servido na escola municipal, situada no bairro São José Operário e em outras escolas, infelizmente a situação foi a mesma. Vários alunos vomitando, por todas as vias, tanto respiratórias quanto paralelas.
Ninguém soube explicar qual o motivo da merenda fazer mal aos alunos. Nossa reportagem tentou entrar em contato com a direção das duas escolas, mas não obtivemos resposta. Muitas mães e pais duvidam da qualidade do feijão e da farinha que estão armazenados há muito tempo nos depósitos das escolas, principalmente a farinha que tem uma validade para ser servida e automaticamente deve estar azeda, mesmo assim está sendo servida aos alunos.
“Uma vergonha, se nem mesmo a merenda escolar é de qualidade, imagine de que forma são tratados os professores da rede municipal de ensino? Uma equação grave e difícil, que terá que ser resolvida de imediato pelas autoridades públicas”, disse Natalina Quaresma, madrinha de uma aluna que passou mal e teve que ser levada ao Hospital Municipal de Santarém.
FALTA MERENDA NAS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL: Ainda no assunto, esta semana o vereador santareno Henderson Pinto, em contato com nossa reportagem, denunciou que está faltando merenda escolar nas escolas de ensino público municipal. “Infelizmente, esta não é a primeira vez que o assunto da falta de merenda escolar nas escolas da rede de ensino de Santarém é denunciada”, reclamou o Vereador.
No entender do parlamentar municipal, “não é de hoje que o assunto é debatido. Este seria um problema, inclusive, anterior ao atual governo do Prefeito Alexandre Von. “Na época da ex-prefeita Maria do Carmo (PT) recebi denúncias desse tipo nos anos de 2011 e 2012. Fui in loco verificar a veracidade. De fato ocorreu a falta de merenda”, declarou.
Henderson Pinto recorda que em 2015 a Comissão de Educação da Câmara realizou uma série de visitas às unidades de educação do Município para fiscalizar a distribuição da merenda escolar, o que, desde então, despertou preocupação com o tratamento dado à questão pela atual gestão municipal, e “especialmente porque nos últimos 15 dias temos recebido inúmeras denúncias de unidades municipais de educação infantil tanto da zona urbana quanto do interior de que a merenda escolar está em falta”. De acordo com o Vereador, há situação de escolas com mais de 400 alunos que têm recebido somente sete frangos por mês.
O parlamentar destacou que já foi impetrado junto à Secretaria Municipal de Educação um pedido de informações sobre as denúncias recebidas. “Espero que a SEMED nos responda de forma correta, com clareza, sobretudo, com transparência”, informou. Ainda segundo Henderson, uma das informações que ele teria recebido junto com as denúncias, podendo ser a causa da situação, seria o atraso no pagamento a fornecedores e transportadores dos mantimentos.


Por: Carlos Cruz
Fonte: RG 15/O Impacto

José colares

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.