Cerca de 250 crianças participam de ação de cidadania no Porto dos Milagres

A Ação de Cidadania realizada pela Prefeitura de Santarém por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), através da equipe das Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Aepeti), no bairro Uruará, no perímetro do Porto dos Milagres ofereceu na tarde de sexta-feira (8) diversos serviços para os moradores do local que possui índices de trabalho infantil. A atividade faz parte da campanha "Brincar, Estudar, Viver. Trabalhar só quando Crescer" que é voltada para o combate ao trabalho infantil.
Aproximadamente 250 crianças participaram das atividades lúdicas direcionadas especialmente para elas. Um teatro de fantoches organizado pela equipe do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e do projeto "Criança não Trabalha" repassou a mensagem da campanha aos pequenos que ficaram atentos assistindo a apresentação e se divertiram bastante. Enquanto isso, os pais ou responsáveis aproveitaram para atualizar o cadastro único, cuidar da saúde e receber orientações sobre o que é considerado Trabalho Infantil.
"O objetivo dessa ação social foi trazer esclarecimentos a respeito do Trabalho Infantil bem como aproximar a comunidade e chamar a atenção sobre a situação de trabalho infantil aqui registrada. Viemos hoje com uma comissão intersetorial para trabalharmos na área em parceria com o MPT e a Semtras e orientarmos as crianças e seus familiares" destacou a coordenadora do Aepeti Carise Pedroso.
Ainda na quinta-feira (7), a Prefeitura por meio da Semtras através do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Santana, iniciou atividades de um polo do centro em uma sala da escola municipal Irmã Leodgard, levando para a grande área os serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). "Estamos divulgando hoje a implantação desse polo que vai atender crianças e adolescentes no horário em que não estão nas escolas ofertando todos os atendimentos prestados aos usuários do serviço como orientações, oficinas, artesanato, passeios, para tentar tirar essas crianças e adolescentes da rua e também orientar suas famílias quanto a esta situação", destacou Poliana Dias, coordenadora do Cras Santana.
Secretária de Trabalho e Assistência Social Celsa Brito com conselheiros tutelares na açãoA Secretária Municipal de Trabalho e Assistência Social, Celsa Brito, as coordenadoras da Proteção Social Especial e Proteção Social Básica, Centro de Referência Especializado (Creas), Cras São José Operário, Conselhos Tutelares da cidade participaram da ação.
Geisa de Oliveira Agência Santarém